Candidíase pode causar Infertilidade

ALIMENTOS
Existem alguns alimentos que podem ajudar a reduzir a , sendo chamados de alimentos no à e outros que podem aumentar a , sendo considerados . Pensando nisso e, é hora de começar a colocar em prática alguns aprendizados e mudar sua alimentar. Confira abaixo a lista de 5 alimentos que devem integrar seu cardápio!

1- Nabo


O nabo tem propriedades que pode ajudar a eliminar a . E apesar dos carboidratos, o nabo ajuda a matar as colônias de bactérias que levam à . Você pode consumir o nabo em sanduíches, preparar assado com legumes ou ainda cru na salada.

2- Óleo de Coco


O óleo de coco é ideal para ser usado em substituição ao óleo de cozinha normal, isso porque ele é estável em altas temperaturas e não é convertido em gordura trans. Além disso, sabe-se que contêm anti-fúngicos importantes para combater a . Você pode preparar um molho para salada misturando óleo de coco, vinagre de maçã, suco de limão e sal. Se preferir você pode tomar duas colheres de óleo de coco puro ao dia para obter seus benefícios. O óleo de coco contém 90% de gorduras saturadas e apenas cerca de 9% de gorduras e poli-insaturadas, é feito principalmente de ácidos graxos de cadeia média, tornando-o uma escolha mais saudável.

O óleo de coco está disponível em um número de variedades diferentes. Se um óleo de coco é , isto significa que foi processado sem o uso de produtos químicos ou solventes. Ao invés de utilizar processos químicos complexos, o óleo é extraído através do uso de pressão. Este é um método mais adequado e menos propenso a danificar o óleo.

Note que, ao contrário do azeite, não existe uma definição e separação de ‘extra virgem’ para óleo de coco. Isto significa que o óleo de coco e “extravirgem” são a mesma coisa.

Há uma outra distinção importante que você deve saber sobre a diferença entre o óleo de coco prensado a frio e . Se seu óleo de coco é anunciado como prensado a frio, isso significa que nenhum calor foi utilizado durante o processo de produção, sendo mais usado como óleo aromático. Por outro lado, o óleo de coco é sujeito a quantidades significativas de calor durante a produção e, normalmente, não possui o mesmo aroma ou sabor que o óleo de coco prensado a frio.

Em resumo, sempre escolha um óleo de coco orgânico rotulado como ou “extravirgem”. Se você gosta do óleo de coco mais adocicado com aroma e sabor escolha o pressionado a frio. Se você preferir sem sabor, escolha o .

3- Alho


O alho é um tempero muito conhecido e utilizado na culinária brasileira e também mundial. Muitos já sabem do seu poder antifúngico. Muitos estudos e pesquisas têm revelado seus benefícios relacionados à presença de alicina. Além de adicionar alho para preparo de comidas, você pode obter muitos benefícios ao consumir alho cru esmagado em um copo de água para beber. O sabor e aroma podem não agradar muito, principalmente as pessoas de estômago mais sensível, por isso, você pode colocar clorofila para atenuar o sabor.
Em supermercados você pode encontrar o alho de diferentes formas, desde a versão fresca, desde pasta de alho, alho esmagado, flocos de alho ou alho em pó. Em lojas de produtos naturais você encontra alho na forma de suplementos e óleo.

4- Couve-de-Bruxelas


Estes vegetais verdes folhosos foram descobertos em 2007 como poderosos antifúngicos. Segundo os pesquisadores, plantas sintetizam compostos antimicrobianos conhecidos como fitoalexinas, que ajudam a eliminar infecções.
A Couves de Bruxelas tem um sabor único que pode ser usado para preparo de inúmeras receitas deliciosas. Você pode temperar com sal, pimenta e azeite e assar, servindo de acompanhamento para alguma carne. Outra ideia é fazer um purê de couve de Bruxelas para acompanhar um frango grelhado, por exemplo. Fica delicioso!

5- Iogurte probiótico


O iogurte é o alimento probiótico mais fácil de encontrar no mercado. Para escolher o iogurte adequado que vai te ajudar na eliminação da candidíase, você precisa ler a embalagem e procurar por “probiótico” ou “culturas vivas” para garantir que o iogurte contenha bactérias vivas. Você também deve certificar-se de que seu iogurte não contenha açúcar adicionado, edulcorantes, frutas ou outros ingredientes que podem piorar a candidíase.
O iogurte contém sempre alguma lactose derivada processo de fermentação. Já o iogurte probiótico não, os efeitos positivos das bactérias compensam quaisquer preocupações sobre o teor de lactose. No entanto, você pode reduzir ainda mais seu consumo de lactose, fazendo seu próprio iogurte em casa. Deixar o iogurte fermentar por mais tempo reduzirá o teor de lactose do seu iogurte, além de obter uma espessura mais consistente. O iogurte preparado em casa é muito melhor, pois mantém as culturas vivas intactas, sem serem danificadas por processos de pasteurização que o leite convencional geralmente sofre.

ALIMENTOS INIMIGOS


Agora você confere uma lista dos alimentos inimigos, aqueles que devem ser se o seu objetivo é se livrar da de uma vez por todas. Confira abaixo os 18 alimentos que devem ser e risque da sua lista de compras!

1- Açúcar


O açúcar leva ao crescimento do fungo responsável pela e por isso deve ser evitado. Durante o tratamento evite açúcar refinado, mascavo, adoçante, banana, chocolate, geleia, laranja, mel, melão, refrigerante, sorvete, uva e uva-passa, pois contêm grandes quantidades de açúcares. Da mesma forma procure evitar consumir carboidratos em excesso como pão, macarrão, pizza, biscoito, bolacha, torrada, batata e derivados, arroz branco, milho e derivados, entre outros. Evite também os adoçantes artificiais.

2- Álcool


O álcool além de servir de alimento para a cândida, ainda diminui o metabolismo, enfraquece o sistema imunológico e contém açúcar. O vinho e a cerveja são as bebidas alcoólicas mais contraindicadas para quem sofre de candidíase porque são fermentados e contêm grandes quantidades de açúcar. Se você quer se livrar da candidíase, interrompa o consumo de álcool durante o tratamento.

3- Amido


O amido está presente em muitos alimentos constantemente consumidos no dia a dia como farinha de mandioca, milho, arroz, macarrão, batata-inglesa, inhame, batata-doce, cará e mandioca. Por isso, é importante evitar consumir esses alimentos no período de desintoxicação.

4- Cafeína


Muitas pessoas acreditam que a cafeína apenas está presente no café. Erro grave. A cafeína é uma substância encontrada em alimentos como chocolate,

café, chá preto e refrigerantes à base de cola. A cafeína afeta as glândulas adrenais, sendo portanto um inimigo da dieta contra cândida.

5- Carboidratos

Como destacado acima, talvez o principal inimigo sejam os carboidratos que contêm grandes quantidades de açúcar. Evite o pão por pelo menos um mês e

diminua quantidades de outros alimentos ricos em carboidratos. Depois passe a consumir a versão integral, aveia e cereais sem açúcares que são mais saudáveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *